Na recta final do homem que queria ser água…

Sonhar faz com que as coisas aconteçam, escrevo na voz do personagem Água… e talvez quando escrevi a frase não a senti como agora, que se aproxima a estreia do espectáculo: dia 15 de Dezembro, pelas 21 horas na biblioteca da FCT/UNL, Campos da Caparica.

Talvez e agora, depois de tanto sonhar, pela projecção e trabalho das ideias e dos desejos, mas também pelo sonho inocente de criança, do acreditar, do criar… pela magia que ainda me faz ser possível acreditar…

Há um fado na vida e não falo apenas do português!…

Quase que oiço a Xana a dizer: Lá vens tu com a mania que as pessoas são boas!… Mas talvez seja esse o meu fado, acreditar ainda…

O homem água apodera-se de mim. Primeiro saiu cá de dentro para as palavras que escrevi dele e sobre ele, a sua história… e agora, aos poucos, nos ensaios, acaba por  não me largar… por vezes acaba mesmo por entrar e tomar conta de mim e fazer a minha historia…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s