Tag Archives: Antigona

Antígona em NY.

No frio que não se sente, o teatro rumina na própria vida a sua existência, as suas intermináveis inquietações, ansiedades e interrogações…

Sentado num banco, tentando não responder ao tempo, ao espaço e ao interesse pelo que seja, um Sasha percorre o vazio numa tentativa de recriar a própria vida.

Nesse estado vou-me sentindo e acordando, quando tento perceber o que é a vida e as vidas que me fazem vida. As relações e interacções e as trocas de energia são sempre a trama, da vida.

Sentado num banco, tentando imaginar que tudo o que esteve e está por detrás não existe, mas sim uma outra Nova Iorque, num outro jardim que não tenha oliveiras…

Nestes estados o teatro vive ele mesmo por si.

E se os faróis dos carros que passam nos olhos, misturam a realidade com a peça… quando de lá se sai, a trama da vida das vidas de lá, faz-nos sombra na própria vida de cá…

Detrás da cortina olham e vêm… do lado de quem é visto, não se vê… mas sente-se a vida e a trama das vidas que nos vão ver… e mesmo não vendo, nem sabendo quem nos vê, faz falta sentir… porque na trama, da vida, estão todas e qualquer uma das nossas vidas

O teatro faz refresh, carrega e descarrega.

 

Anúncios

Antígona em Nova Iorque – JANUSZ GLOWACKI

Será a 18 do próximo mês de Novembro que terá lugar a Estreia Nacional da nova produção da abT.

Num espaço único em Évora — a ruína da Ermida de S. Bartolomeu.
Três sem-abrigo, vivem ao relento. Um seu companheiro morto de frio é ‘atirado’ para Potter’s Field, prisão e local de corpos amontoados e sem nome.
Antígona/Anita, uma porto-riquenha, também ela sem abrigo, há-de tudo fazer para resgatar o corpo abandonado e providenciar-lhe uma sepultura digna.
Um texto intenso e cheio de humor, cativante de humanidade e esperança mas onde, no final, a comédia dá lugar à tragédia.
Encenação Figueira Cid, com António Abernú, Figueira Cid, Lucília Raimundo e Pedro Estima.
A ‘abT’ é financiada pelo Ministério da Cultura/DGartes e os apoios da Câmara Municipal de Évora e Fundação Calouste Gulbenkian (consolidação de estruturas), patrocínio da Fundação Eugénio de Almeida e a parceria da Estradas de Portugal.
Um espectáculo com chancela ‘a bruxa TEATRO.
Dado que a lotação é limitada, os interessados poderão fazer, desde já, a sua reserva (representações de quarta a sábado, às 21.30H, até 11 de Dezembro e M/16Anos) pelo telefone/fax (00) (351) 266 747 047, e-mail: abruxateatro@gmail.com ou mesmo através do facebook, indicando o dia escolhido.