Tag Archives: Dominó Molder

Gosto de ir até à prainha de Algés. Apanhar uns raios de sol e meditar um bocadinho. Normalmente cruzo-me com ciclistas e corredores de fim de dia… cada vez estão mais hi-tech… com instrumentos electrónicos às cores… com braçadeiras para segurar o ipod no braço impermeáveis , com umas garrafas com design anatómico…. E só me fazem lembrar uma espécie cibernética do futuro. Mas depois e automaticamente penso que muito provavelmente já estamos no futuro.

Quero dizer que certas imagens que misturam o homem com máquinas, que há uns anos atrás visionávamos longe… se pensarmos bem, já não temos de visionar tão longe, se calhar já nos passam ao lado….  Como pensamos sempre por excesso – se nos dizem que nos vão contar uma coisa má, pensamos logo no cenário mais negro, mas pode apenas ser uma coisa sem importância… o mesmo se passa com uma noticia boa… exageramos sempre e não vimos o essência das coisas…

Mas o que mais me interessa neste futuro que é nos nossos dias, é a abertura de consciências , experiencias e conhecimento que as pessoas podem ter. E é neste futuro que leva a uma cidade pequena como a minha de Elvas, obras do Jorge Molder – independente do número de  pessoas da terra que lá vão ver –  mas a abertura de consciências e de outras realidades fez-se, e faz-se segundo a escolha de cada um…

Como a minha mãe, que tem 66 anos, me perguntar se eu sabia porque é que ela ia guardar o abre das latas de coca cola. – Para fazer carteiras, sabias?

E neste encontro ou cruzamento de informações, e porque não – mundos… Urge o nosso trabalho de partilha de conhecimento, ajuda e positivismo. Para sabermos aproveitar as raízes do que somos e dar-lhes as novas formas do futuro que é hoje… Creio que quanto mais energia de pensamento utilizarmos para o dia de agora e menos nos ses e com os julgamentos e criticas – que mais cedo ou mais tarde nos caem também em cima – seriamos todos mais hermanos : )

Anúncios