…voltas e mais voltas para percebermos e aceitarmos o que sentimos… na derradeira volta do vai e vem no corredor interior, acabamos sempre por sentir mais do que queríamos ou queremos tanto sentir mais… que nos deixamos ir, levar, por nós mesmos, sem guia, sem luz exterior, mas vamos…porque queremos não parar, não ficar aqui, mas sim seguir até onde existirmos… no vórtice da consciência caímos sempre mais fundo… sem que isso seja mau, sem que isso não sirva ainda mais para subir, subir e sorrir

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s