…muitas vezes fico a olhar esta nossa fotografia que me resta… não consigo deixar de recordar a forma como nos beijávamos, o fundo dos teus olhos, o que dizíamos com as nossas bocas sem falar, a pressão do teu rosto contra o meu… creio que por a ver tanto… de puxar tantas vezes a fita dessa memória… ela foi desgastando, perdendo aos poucos a cor, a luz, a própria recordação… até a roupa, a nossa carne… agora apenas vejo o resto de tudo o que fomos… muito provavelmente quando passar novamente a fita, irei transformar tudo em cinzas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s